Marketing B2B

Ilustração de homem doente, tapado por um cobertor, com um termómetro na mão e os pés dentro de um alguidar de água

Prevenir É Melhor que Remediar. A Sério?

Se a sua empresa vende algum tipo de prevenção – isto é, respostas para problemas ou oportunidades que só vão acontecer amanhã – não espere uma vida fácil. É que, para o seu cliente, como para todos nós humanos, prevenir é muito menos intuitivo do que remediar. Significa que deve desistir de vender tudo aquilo que só vai trazer benefícios daqui a algum tempo? Claro que não. Só tem de adaptar o seu marketing a esta característica (nada racional) da natureza humana.


Livro Reality in Advertising

Este Livro Já Mudou a Sua Carreira. Não Acha que é Altura de o Ler?

Foi escrito nos anos dos Mad Men, mas os conceitos que lançou – principalmente a Unique Selling Proposition – não só mudaram o marketing, como continuam indispensáveis à profissão. Mas não é só isso que faz de Realitiy in Advertising uma leitura que nenhum profissional de marketing deveria dispensar.


Gala Heróis PME: Uma Noite para Lembrar

A gala de entrega dos troféus marcou o fim da 2ª edição do prémio Heróis PME. Tim Vieira foi o keynote speaker e Marta Atalaya, pivot da SIC Notícias, apresentou o evento. A Hamlet, que responde desde a primeira hora pela comunicação da iniciativa da Yunit Consulting, esteve lá em peso, como mostra a fotografia. E a Marluce Rosa, redatora da agência, explica por que essa foi uma noite de que não se vai esquecer.


Um Livro para Ler Depressa. Mas Devagar.

Se o marketing é a sua praia e ainda não leu este livro, o melhor é fazê-lo depressa. E com tempo: vai ter muito a descobrir sobre a maneira, às vezes nada racional, como o nosso cérebro decide. São automatismos tão fortes que é quase impossível contrariá-los. Mas pode aprender a usá-los a seu favor.


Marketing de Influência: e não é que funciona nas empresas B2B?

Nos últimos anos, os marketers têm recorrido cada vez mais ao marketing de influência. No entanto, ele aparece mais vezes associado às empresas B2C. É natural: como falam com audiências maiores, a atenção que recebem também é maior. Mas estes três exemplos vêm mostrar que as marcas business-to-business também podem usar esta ferramenta para ganhar mais visibilidade e atingir bons resultados de marketing.