Uma experiência colaborativa em B2B. Quer participar?

Na Hamlet, uma das formas de estarmos sempre a aprender é bebermos do nosso próprio remédio – usando as ferramentas de marketing que recomendamos.

Nem sempre é fácil – e tomarmos consciência disso também permite perceber onde os clientes tropeçam, e assim ajudá-los melhor.

Universidade B2B

Criámos o grupo Universidade B2B, para profissionais de vendas, marketing e comunicação que trabalham mercados business-to-business. Ou seja, para si. Registe-se já.

Por exemplo: se há uma ferramenta talhada para o B2B, é o LinkedIn. Na Hamlet usamo-lo – mas bem menos do que gostaríamos.

Um dos recursos do LinkedIn sobre o qual temos uma opinião pouco conclusiva são os Grupos.

Sabemos que há grupos que trazem benefícios quer para quem os cria, quer para os participantes. Mas, olhando para a maioria dos que há em português, vemos que estão mortos, ou quase.

Será por serem mal geridos? Será que não funcionam para portugueses e brasileiros? Ou terão mesmo um potencial fantástico que não está a ser bem aproveitado?

Para tirar a dúvida, decidimos fazer uma experiência. Que também pode ser útil para si, por isso proponho-lhe que participe.

Iniciativa Heróis PME

Quando bem utilizadas, as redes sociais são uma ferramenta fantástica ao serviço das marcas. A página do Facebook do concurso Heróis PME, por exemplo, foi uma ferramenta eficaz tanto para gerar envolvimento como para identificar potenciais interessados nos serviços da Yunit Consulting. Saiba mais sobre esta iniciativa aqui.

Criámos o grupo Universidade B2B, para profissionais de vendas, marketing e comunicação que trabalham mercados business-to-business. Ou seja, para si.

Aderir é muito fácil – é só ir à página do grupo no Linkedin.

Se a experiência funcionar, você ganha de 2 maneiras.

Ganha uma fonte de contactos e informação sobre os desafios específicos do business-to-business que não é fácil de encontrar em todo o lado. E confirma que isto dos grupos é uma ferramenta interessante, que também pode usar no seu mercado.

Se a experiência não funcionar, também não lhe tomará muito tempo – será só mais um grupo de que faz parte mas não participa. Mas, se a conclusão for essa, prometo que lhe envio o diagnóstico das razões pelas quais isto dos grupos, afinal, não serve para muita coisa.

Vamos fazer a experiência e aprender juntos? Junte-se à Universidade B2B.

Jayme Kopke